ESPORTE
Henrique Avancini e Karen Olímpio são os vencedores da prova de Maratona em Congonhas

Prova aconteceu neste sábado (19). Sherman Trezza e Valéria Ruiz foram vice-campeões


Henrique Avancini se consagrou campeão da temporada 2017 (Thiago Lemos/CIMTB Levorin)

O tempo seco em Congonhas deixou a prova de Maratona da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB Levorin) ainda mais difícil. Os atletas largaram na tarde deste sábado (19) para percorrer o percurso completo da CIMTB Levorin. Foram cerca de 63 km para que Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) e Karen Olímpio (Isapa/Oggi) se consagrassem campeões. No masculino, Sherman Trezza (Caloi Elite Team) e Lukas Kaufmann (Oce Cannondale Team) conquistaram a segunda e a terceira colocação respectivamente. No feminino, Valéria Garcia Ruiz da Colômbia e Sofia Subtil (Audax Bike Team) completaram as três primeiras colocações.

Com a vitória, Henrique Avancini se consagrou campeão da CIMTB Levorin 2017. "O final de semana foi bom pra mim. A vitória no Desafio da Ladeira e também no XCM. Hoje fiz uma prova acima das expectativas, vim de uma carga de treinamento bastante grande, tentei encaixar Congonhas com uma sucessão de treinamentos, então eu não sabia se o corpo responderia bem ou não e na realidade, talvez tenha sido uma das melhores etapas que eu fiz esse ano e estou mais feliz ainda por consagrar o título da temporada. É meu quarto título na Elite na CIMTB e já cumpri meu dever de casa", disse.

O vice-campeã Sherman trezza disse que gostou do desempenho dele hoje. "O Henrique Avancini conseguiu uma fuga sozinho no começo. Eu mantive no primeiro pelotão e a gente ficou a maior parte da prova em quatro atletas. Bem perto do final, no quilometro 50 eu arrisquei um ataque e vim sozinho até a linha de chegada. Consegui segurar a segunda colocação, mesmo com as dificuldades do dia. Estava bem complicado devido a poeira, além da altimetria da prova que é dura, tem muita subida íngreme. A pista vai te minando até conseguir chegar ao final", afirmou.

O terceiro colocado, Lukas Kaufmann disse que buscou o objetivo de ficar entre os três. "Realmente o meu objetivo era fazer o Top 3 porque eu já tinha ficado duas vezes em quarto. Fiquei realizado com o resultado hoje, fiz uma boa prova e consegui me manter no pelotão principal", contou.

Karen Olímpio levou a melhor no feminino (Thiago Lemos/CIMTB Levorin)

No feminino, a campeã Karen Olímpio disse que se surpreendeu com o resultado, já que é uma atleta da categoria Sub-23. "Fiz uma boa prova hoje, estou muito feliz, já que esta é a primeira vez que, correndo na Sub-23, eu consegui superar as atletas da Elite. Agora, quero focar nas próximas etapas para manter bons resultados", comentou.

A vice foi a colombiana Valeria Ruiz que afirmou que as viagens e fusos horários podem ter prejudicado o resultado. "Eu fiz outras corridas e o cansaço das viagens afeta um pouco. Além disso, é uma prova muito difícil, mas na Colômbia corremos em situações como essa, com muitas montanhas com subidas fortes e descidas técnicas. Esta prova estava nas condições perfeitas, mas a Maratona é muito forte para mim", comentou.

Fechando a terceira colocação no feminino, Sofia Subtil disse que fez uma prova de recuperação. "Fiquei bem satisfeita porque foi uma prova de recuperação. Eu reagi bem a partir do apoio. Até lá, eu não estava muito bem encaixada, as pernas não respondiam e a partir do apoio eu passei três meninas e consegui a terceira colocação que pra mim foi bem gratificante. Uma prova de recuperação muito boa", disse.

 




CONTEÚDO EXCLUSIVO P/ ASSINANTES
Digite seu login e senha e faça seu download

Login:   Senha:  
 

 

 

 

 

 

 

 
1997-2017 Editora Quatro Estações - Todos os Direitos Reservados