Revista Bicycle
 

Empresa

 Jan 25

GRUPO HUNTER, DO EMPRESÁRIO ALESSANDRO SZEZEPANSKI, ADQUIRE A BIKE OESTE


Atacado regional atuante na Grande São Paulo e Litoral paulista passa ter novo controle e promete continuar investindo em melhorias nas diversas áreas da empresa

Bicicletaria fundada pelo antigo dono Sr. Orlando Bento, a Bike Oeste atua no segmento de comércio atacadista de distribuição de peças de bicicleta desde o ano de 2005. Em meados de setembro 2020, a empresa entrou em fase de negociação e transição para ser adquirida pelo Grupo Hunter, do empresário Sr. Alessandro Szezepanski.

O quadro de colaboradores foi absorvido em 100% e agora contamos com a tradição da Bike Oeste e a expertise logística da Hunter para expandir os negócios e continuar sendo referência no mercado da Bike em todo território nacional.

O CFO Sr. Alessandro Szezepanski tem um perfil arrojado em empreendimento de novos negócios e é praticante recreativo de ciclismo, e estas foram algumas das principais motivações que levaram a Hunter a decidiu investir no mercado de bicicletas.


Empresário Szezepanski reúne lideranças da Bike Oeste em sua 1ª. reunião de trabalho no final do ano de 2020. Durante o processo de transição ele também já se reuniu em com fornecedores e aos poucos seus representantes estarão visitando cada cliente e/ou parceiro de negócio.

Foto: Bike Oeste/Divulgação

"Estamos muito otimistas, pois entendemos que os novos integrantes do mundo da bike irão permanecer praticantes do esporte como estilo de vida, visando a saúde e o bem estar que o ciclismo proporciona", avalia Luan Mendonça Silva, gerente de operações da Bike Oeste.

Segundo ele, "atualmente temos uma equipe de 09 vendedores atuando de forma estratégica em toda região metropolitana de São Paulo. Atendemos também o litoral, Vale do Paraíba, Sorocaba e região de Campinas."

Sobre o movimento neste período de pandemia, Luan fala que ?neste período houve um aumento significativo nas vendas e em todo o segmento que envolve a bicicleta." Ele destaca "um crescimento de 52% em 2020. Em todas as categorias houve este aumento, em especial os itens de reposição, como: pneus, câmara de ar, aro, jogo de freios, selins e entre outros."

No projeto da nova direção da Bike Oeste está a implementação de vários novos serviços, sem perder a essência do atendimento e da confiabilidade que o comércio atacadista exige.

"Atualmente estamos em projeto de implementação da marca própria na categoria de quadros. Estamos com prazos bem definidos para apresentar ao mercado ainda no primeiro trimestre deste ano", nos informa o gerente de operações da Bike Oeste.

Luan Silva revela ainda que a Bike Oeste está "investindo em melhorias nas diversas áreas da empresa, por exemplo: Recursos humanos, treinamento, tecnologia e sistemas. Afim de otimizar os processos e promover qualidade de vida no trabalho para os nossos colaboradores.

Vale destacar também que durante o processo de transição já nos reunimos em um encontro com todos os fornecedores no final do ano de 2020 e aos poucos estamos visitando cada cliente e/ou parceiro de negócio."