Revista Bicycle
 

Negócios

 Dez 28

DOREL ADIA ASSEMBLEIA ESPECIAL DE ACIONISTAS PARA FEVEREIRO PARA FECHAMENTO DE CAPITAL


O conselho acredita que o tempo adicional também permitirá que os acionistas da Dorel considerem os efeitos da segunda onda da pandemia COVID-19 nas operações e resultados financeiros da Dorel


A Dorel Industries, que havia planejado uma assembleia extraordinária de acionistas para 12 de janeiro para votar a aceitação de uma oferta de fechamento de capital, agora adiou essa reunião para 16 de fevereiro.

O conselho da Dorel votou por unanimidade para adiar a reunião "para dar aos acionistas da Dorel mais tempo para considerar os termos e condições do acordo (de compra) e para que a Dorel se envolva com seus acionistas", disse a empresa. "O conselho acredita que o tempo adicional também permitirá que os acionistas da Dorel considerem os efeitos da segunda onda da pandemia COVID-19 nas operações e resultados financeiros da Dorel."

A nova data está sujeita à aprovação do Tribunal Superior de Québec. Dorel está pedindo ao tribunal uma medida provisória alterada no início de janeiro com a nova data.

Um grupo de executivos, apoiado pela Cerberus Capital Management, se ofereceu para comprar todas as ações em circulação da Dorel por CA US$ 14,50 (US$ 11,09) por ação e abrir o capital da empresa. Dorel é proprietária das marcas Cannondale, Schwinn, GT, Mongoose, Caloi, IronHorse, Fabric e outras marcas de ciclismo, bem como das divisões de móveis para casa e produtos juvenis.

 

Com informações de: Bicycle Retailer

 


Dorel é proprietária das marcas Cannondale, Schwinn, GT, Mongoose, Caloi, IronHorse, Fabric e outras marcas de ciclismo, bem como das divisões de móveis para casa e produtos juvenis

Foto: Dorel Group/Divulgação

 


autor do artigo

da Redação

redacao@revistabicycle.com.br

Comentários

Comment Section

Nenhum comentário adicionado a este artigo

Adicionar Comentário:

Comment Section
Atenção apenas 255 caractéres



Artigos Simulares a Este

Revista Bicycle